Blog

28/07/2020

O RH está mais atuante do que nunca - entrevista Mariana Carneiro

A pandemia do Coronavírus resultou em uma série de transformações no universo dos Recursos Humanos e da Gestão de Pessoas. Além dos novos formatos e modelos de trabalho, constantes alterações na Legislação Trabalhista por meio de Medidas Provisórias movimentaram o segmento, que ainda busca adequar-se para implantar os modelos necessários às novas realidades.

Ainda há muitas incertezas no ar, e outras novidades estão por vir além das flexibilizações das jornadas de trabalho e redução de salários, desligamentos de profissionais e novos formatos de contratações.

Para clarear mais essas mudanças, conversamos com a advogada Dra. Mariana Carneiro, do escritório Gil & Carneiro Advogados Associados.

CONFIRA A SEGUIR A ENTREVISTA:

Revista Digital ARH: pela sua experiência, quais foram as maiores mudanças sentidas pelos profissionais de rh e gestão de pessoas provocadas pela quarentena: lidar com a legislação trabalhista, com novos perfis profissionais, novas formas de trabalho, estresse entre colaboradores e profissionais...?

Mariana Carneiro: A Legislação Trabalhista foi um grande desafio para o setor de RH, pois foram criadas normas para o atendimento imediato e estas deveriam ser aplicadas de acordo com a realidade de cada empresa. Muitos setores ainda reclamaram da ausência de suporte técnico do Governo para o envio dos documentos necessários e, posteriormente, as prorrogações. A insegurança sobre a aplicabilidade na prática das normas expedidas causou certo nervosismo, que com o tempo foi sendo amenizado. Outra questão que este setor está tendo que lidar é a insegurança dos funcionários no retorno ao trabalho, principalmente em relação à doença (Covid-19) e a manutenção dos empregos.

Revista Digital ARH: essa pandemia/quarentena provocou muitas situações de estresse entre chefes, colaboradores, profissionais liberais...?

Mariana: O estresse é inerente da situação vivida, pela ausência de expectativa de como será o futuro das empresas e dos empregos. Não saber se os empregos poderão ser mantidos, a constante mudança da legislação, o medo dessa doença devastadora... A pandemia da Covid-19 causou certa insegurança no futuro, sobre como o mercado irá reagir após o isolamento social. No entanto, o que se tem observado é que as empresas estão usando da criatividade para manter os empregos e continuar suas atividades, bem como utilizando todos os métodos de segurança disponível.

Revista Digital ARH: o setor de rh foi pego de surpresa pelas mudanças provocadas por essa pandemia ou algumas áreas estavam mais preparadas para lidar com isso? Quais seriam essas áreas?

Mariana: Cada empresa, de acordo com a sua atividade, foi atingida de forma particular, mas todas tiveram que fazer adaptações à realidade da pandemia, em especial nas áreas de higiene e segurança do trabalho. Empresas que atuam em atividades essenciais continuaram trabalhando, porém o RH teve que ser mais atuante com relação à informação dos seus colaboradores sobre as medidas de higiene e segurança. Em outras empresas, atividades não essenciais tiveram que repensar em estratégias de como manter o emprego como, por exemplo, utilizando a suspensão do contrato de trabalho dos colaboradores até o retorno de suas atividades.

Revista Digital ARH: onde os profissionais de rh e de gestão de pessoas devem buscar ajuda em caso de dúvidas quanto à constante troca de legislação? Alguma dica de sites ou consultas práticas?

Mariana: Cada empresa tem a sua realidade. No mundo virtual há muitos sites e informações que estão disponíveis em um só clique. Porém, por mais que as notícias veiculadas correspondam às normas jurídicas publicadas pelo Governo, tais normas devem se adaptar a realidade da empresa, e para isso apenas um profissional na área jurídica poderá fazer a análise e aplicá-las da melhor forma.

Revista Digital ARH: o que esse momento deixa de lições a esses profissionais? Quais são as áreas ou setores da economia que devem se ressignificar e se preparar melhor para situações como a que estamos vivendo?

Mariana: A maior lição deixada por esse momento é a do cuidado com o próximo, com os funcionários, sendo que todos os setores da economia deverão se adaptar a essa nova realidade. Os setores de RH devem estar atentos aos acontecimentos com os funcionários e sempre passar as informações necessárias relacionadas à higiene e segurança do trabalho, através de informativos, circulares, sempre com o acompanhamento do médico da segurança do trabalho e de um profissional da área jurídica, para evitar problemas futuros.

Compartilhe: