Notícias

18/03/2019

A pessoa por trás do trabalhador

Educação, gentileza e cordialidade são palavras e atitudes cujo o efeito benéfico é imensurável. Tudo flui melhor quando agimos de forma respeitosa com as pessoas, quando nos colocamos no lugar do outro, quando compartilhamos de uma alegria ou nos sensibilizamos com a dor alheia. E isso tudo está ao nosso alcance, principalmente no ambiente no qual passamos a maior parte do tempo: o ambiente profissional.

A humanização no ambiente de trabalho tem pautado vários eventos ligados à Gestão de Pessoas e aos Recursos Humanos, justamente por estar sendo cada vez mais reconhecida como uma excelente fonte de resultados. Já é sabido que o ambiente de uma empresa reflete muito na produtividade e na saúde dos funcionários, no desempenho da equipe e em como o trabalho do dia a dia pode ser encarado - seja de forma leve e saudável ou mais densa. Medidas simples podem auxiliar no relacionamento entre os colaboradores e também com a chefia. Com isso, é possível obter benefícios para todas as partes envolvidas dentro da empresa.

Quando o foco de atuação de uma empresa ou organização é apenas o retorno financeiro, não importa quantas horas extras os colaboradores façam nem a condição do trabalho em que atuam. Isso gera um sentimento de insatisfação e não pertencimento do colaborador, o que impacta em desânimo, na baixa produtividade dos funcionários e na insatisfação do cliente quanto ao atendimento. Muitos empreendedores, no entanto, ainda questionam: como o foco nas pessoas vai fazer a minha companhia crescer e prosperar? O cálculo é simples: ao valorizar as pessoas que impulsionam a corporação rumo ao desenvolvimento, elas produzem mais em menos tempo, passam a vestir a “camisa” da empresa e atuam como verdadeiros donos, trabalhando no sentido de entregar resultado. Isso gera um impacto significativo no lucro da empresa.

A gestão humanizada surgiu como uma solução interessante e muito efetiva. Muitas companhias já colocaram em prática este tipo de gestão e passaram a observar que houve impacto positivo sobre o lucro e no relacionamento com clientes, fornecedores e colaboradores. A humanização no trabalho sem dúvida transcende o resultado financeiro, porque está baseada em um propósito de existência e consegue cativar e motivar as pessoas. Investir em ações que valorizem as pessoas e que façam com que elas se sintam parte do todo, no final, é o que faz diferença. E isso vai além de salário no bolso! Isso tem relação com ambiente, rendimentos, benefícios, cultura, liberdade e propósito.

Essas condutas impactam diretamente na felicidade dos colaboradores, o que reflete no resultado global da empresa, em mais inovação (de produtos e processos) e em uma empresa mais competitiva.


Confira a seguir algumas formas de humanizar o ambiente de trabalho, listadas pelo site da revista Forbes.

- Faça um esforço para trazer um pouco mais sobre você mesmo para o seu trabalho. Note as coisas que você fala e sente na empresa. Note situações e pessoas que o levam para baixo e que o alegram. Você merece gastar seu tempo fazendo coisas que acrescentem algo à você.

- Faça contato visual e a fale com seu colegas quando você chegar e sair do escritório, e também durante o dia. Reserve um segundo do seu dia para perguntar “como você está?”.

- Conheça seus colegas de trabalho, clientes e fornecedores. Use toda oportunidade que você tem para dizer “Obrigada por ser um trabalhador tão bom”. Você não precisa de uma razão para elogiar o trabalho de alguém. Lembre-se que todos são, primeiramente, uma pessoa, e só depois trabalhadores.

- Reconheça quando as pessoas estão chateadas. Pergunte se há algo que você possa fazer quando alguém da sua equipe não estiver bem.

- Reserve um tempo para adicionar um tom mais gentil nos seus e-mails e mensagens de voz. Apenas um cumprimento mais pessoal ou um toque mais atencioso às mensagens, e isso vai criar uma relação com mais confiança.

- Lembre-se que todos possuem algum peso na vida pessoal. Quando as pessoas estão desagradáveis, isso significa que elas estão machucadas por dentro. E nada disso tem relação com você.

- Quando você tiver que falar alguma coisa que não seja muito agradável para compartilhar com seus colegas ou com o seu chefe, faça uma estratégia antes de fazer a observação ou o questionamento. Pense sobre como sua mensagem será ouvida, e trabalhe para se comunicar do modo mais delicado possível. Se a sua equipe está perdendo datas, pergunte a eles “como eu posso ajudar? Nós devemos nos lembrar dos compromissos com maior frequência? Quais outras ideias são possíveis para que todos consigam se manter sincronizados?”

- Quando você sentir que há uma discordância entre você e alguma outra pessoa do seu trabalho, aborde os temas de modo mais direto e gentil. Não importa quem tem os melhores argumentos. O importante é restaurar a confiança entre vocês.

- Se as pessoas começam a arranjar brigas com você no trabalho, isso significa que você os intimida ou que eles o olham como uma ameaça. Não contribua com discussões no seu ambiente de trabalho. Isso não é importante. Você não tem tempo para intrigas.

Se o seu trabalho está difícil e estressante, imagine um roteiro escrito por você mesmo sobre a sua vida. Esse momento frustrante pode ser uma cena do seu filme. Isso pode contribuir para fazer com que as situações tenham um peso menor.

- Organize seminários onde os funcionários possam compartilhar suas ideias e conhecimentos sobre tópicos que eles dominem (o que pode incluir negócios, vida, viagens, esportes, músicas, filmes ou praticamente qualquer coisa), em um almoço coletivo.

- Use toda oportunidade que você tiver para deixar os funcionários atuarem juntos para construírem um senso de comunidade. Todas as sessões de treinamento podem construir um elo na sua equipe. A união, pessoal ou virtual, faz com que eles construam bons relacionamentos.

- Se desafie saindo da sua zona de conforto ao compartilhar seus pensamentos em tópicos que são mais importantes para você. Quanto maior a dificuldade que você tem para achar a sua voz, mais pontos você recebe.

- Todo dia no seu trabalho, pergunte a si mesmo “Como eu posso crescer hoje?”. Talvez você possa fazer isso ao ajudar alguém em alguma tarefa nova. Ou você pode fazer isso ao reconhecer o trabalho de alguém que não recebe muita atenção. O que você pode fazer para se melhorar e humanizar a energia do seu ambiente de trabalho hoje?

Compartilhe: