Notícias

20/12/2019

O que te conecta? Com Gustavo Guertler

O jornalista e empresário Gustavo Guertler tem entre suas paixões tornar a vida das pessoas mais criativa, sensível e humana por meio de uma “estranha tecnologia” chamada livro. CEO da Belas Letras, empresa caxiense campeã do Prêmio Nacional de Inovação 2019 pelo Sebrae/ CNI - Categoria Marketing, Gustavo fez MBA em Book Publishing pelo Instituto Singularidades, em São Paulo, e o Yale Publishing Course, pela Escola de Negócios da Universidade Yale, nos Estados Unidos. Foi responsável pela criação de projetos de publicações que venderam juntos mais de 1 milhão de exemplares, entre eles O Papai é Pop, de Marcos Piangers, e Vai Lá e Faz, de Tiago Mattos. Em outubro deste ano, uma campanha criada pela Belas Letras, a Compre 1 Doe 1 – em que para cada produto vendido outro é doado, mas por meio dos próprios clientes – foi considerada uma das seis melhores do mundo em 2019, tornando-se finalista do Future Book Awards, cujo anúncio aconteceu na Feira do Livro de Frankfurt, na Alemanha. Gustavo também é organizador do TEDx em Caxias do Sul, junto com a Fernanda Cardoso Setti.

com a Inovação?

Não achar que eu sou inovador porque eu tenho um iPhone, um Mac última geração ou falo coisas como “pivotar”, “monetizar” ou todos os outros “ar” do dicionário startupeiro. É, sim, usar contexto, não controle, como diz a Mírian Souza. É não ter medo de se expor e explorar o desconhecido. É não julgar ideias; é testar ao invés de dar opinião. Não é criar barreiras, é tirar as barreiras da frente das pessoas para que elas desenvolvam seu potencial. Pra que elas aprendam e te ensinem.

com a natureza?
Ver beleza no clima da nossa cidade (pode rir).

com hábitos saudáveis?
Comer sorvete depois da corrida.

com a família?
Ter escolhido ser feliz; não ter razão.

com os livros?
Conversar com seres mais inteligentes do que nós.

com o público leitor?
Não tratar pessoas como público leitor. Nem como cliente. Tratar pessoas como pessoas. Essa coisa fora de moda chamada gente.

com o passado?
Fita cassete e lápis, antena de TV e Bombril, VHS e durex, ioiô e Fanta, cigarro e chocolate.

com as redes sociais?
Ficar offline é o novo luxo.

com o futuro?
Ouvir minha filha contar como foi o dia dela.

com o presente?
Estou sempre nele, não tem passado, não tem futuro. Hoje é o dia 1 da minha vida

com novas práticas de gestão?
Permitir que as pessoas sejam quem elas são, não o que as empresas querem que elas sejam

Compartilhe: